Correia Dentada

Quem é antenado em manutenção já sabe, correia dentada se troca preventivamente, geralmente só de pensar numa falha nesse componente, os entendidos sentem arrepio.. Mas afinal, o que há de especial nesse componente?

A correia nada mais é do que uma borracha com dentes que interliga 2 ou mais engrenagens também dentadas de forma a manter essas engrenagens girando em sincronismo. O motor de nossos carros  possuem um bloco do motor, a parte de baixo dele, onde há o eixo principal, virabrequim, que gira em decorrência da queima do combustível e transmite essa energia passando da embreagem ao câmbio e até as rodas pra movimentar o veículo. Do outro lado da eixo há a tal engrenagem dentada onde a correia dentada é instalada.

correia-dentada-do-comando-de-vc3a1lvulas-do-motorA parte de cima do motor é o cabeçote, onde estão válvulas de admissão e escape que precisam se abrir e fechar no momento certo para que entrem combustível e ar e saiam gases da combustão após a queima dentro do cilindro. Esse momento certo é o sincronismo, e ele só acontece quando leva em conta a movimentação dos pistões, que estão ligados lá embaixo ao virabrequim. Por  isso, a ligação entre parte de cima e de baixo do motor é fundamental, para que tudo aconteça na hora certa, a admissão de ar e combustível, a compressão da mistura, explosão e liberação dos gases dessa queima.

Dito isso, dá pra imaginar o que acontece quando o motor fica sem a correia dentada, ele simplesmente não funciona, e pior, como os espaços dentro da câmara de combustão são restritos, não há espaço para pistões e válvulas lá dentro, e girar a parte de baixo do motor, sem o movimento correto da parte de cima, leva ao choque entre componentes, entortando válvulas, danificando pistões e podendo até estourar cabeçote e bloco.

A troca de correia dentada está prevista no manual de todos os carros e precisa ser respeitado. Em geral, esse intervalo é de cerca de 50 mil km. A temperatura de trabalho do motor afeta a borracha , ressecando-na e caso a quilometragem não alcance o momento de troca após 5 anos, é aconselhável a troca, pois o ressecamento pode levar a ruptura antes da km.  A avaliação desse componente pelo mecânico não costuma ser muito efeita, pois uma correia de 40 ou 60 mil km, geralmente são visualmente parecidas, apesar de uma ainda suportar muitos km e outra estar na hora de trocar.

Entendido todos os detalhes, não precisamos de pânico, correia dentada é uma questão de planejamento.  Se você comprou o carro e não sabe quando foi trocada a correia, troque-a e controle a km para a próxima troca. Se já sabe o momento de trocar, respeite-o.  Durante a troca, peça uma verificação em bomba d´agua , que geralmente é movida também pela ação da correia, e também do rolamento esticador da correia dentada (que em caso de travamento pode arrebentar a borracha da correia) , além das correias de acessórios: alternador, direção hidráulica e ar condicionado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s